Dança

DANÇA | 04 de agosto

Brasílica Extemporâneo

Cia. Brasílica
Sexta-feira às 20h00 | 55 min | Ingressos: ENTRADA GRATUITA

A partir das indagações e atravessamentos gerados nos encontros de corpos com vivências distintas, a Cia Brasílica busca o movimento para o novo com as marcas, cicatrizes e reflexos do que foi (tradições, costumes, símbolos) e desenvolve este espetáculo sobre a suspensão de muitos tempos, para dar espaço ao que está por vir, ao extemporâneo.
O espetáculo trata da abordagem das danças de matriz popular como base de criação cênica, olhando para as danças genuinamente brasileiras como fonte de primordial de expressão artística; e busca a reflexão sobre a experiência humana como ponto principal de diferenciação entre as pessoas, olhando para os fatos e situações de uma vida como fatores de transformação dos modos de agir e reagir diante do mundo e de perceber as relações interpessoais.

Extemporâneo: que acontece além do tempo determinado; que vem fora do tempo; inesperado; algo ou alguém sem sentido de oportunidade; contrário de contemporâneo.
Para recriar a imprevisibilidade constante e constituinte das passagens de uma vida ou período vivido, a Cia chama a participação do público, que determina a sequência das cenas a serem apresentadas no espetáculo, abrindo cartas de baralho, como em um jogo de tarô com símbolos criados pelos bailarinos-intérpretes a partir do processo de investigação estabelecido ao longo de nove meses de criação.

Concepção: Lucila Poppi | Direção: Deca Madureira | Intérpretes-criadores: Lucila Poppi, Deca Madureira, Mariane Oliveira e Leandro Silva | Trilha sonora e músicas originais: Adriano Salhab | Figurino: Gustavo Silvestre | Concepção cenográfica e criação de luz: Cia Brasílica | Ilustrações: Guinho Nascimento | Projeto gráfico: Juliana Santos | Fotografia: José de Holanda e Larissa Rocha | Técnicos de luz e som: Márcio Peres e Adriano Salhab | Assessoria de imprensa: SandraMaria Luciano | Produção: Lucila Poppi